quarta-feira, 3 de março de 2010

Invictus


Foi um dos melhores filmes que vi nos últimos tempos, com alguns erros é certo, mas uma pelicula simples e bem conseguida por Clint Eastwood. Um dos erros factuais comeca pelo suposto poema que Mandela envia a Francois Pienaar que na realidade foi um extracto do discurso de Theodore Roosevelt "The Man In The Arena" ao contrário do célebre "Invictus" que dá nome ao filme do poeta ingles William Henley. Apesar disso, o filme apresenta-se de forma subtil e elegante na sempre bem arrumada Brenda Mazikubo e a doce Mary. Morgan Freeman surge assim na sua imponente (olhem bem para o tamanho dele!) e benévola figura como o primeiro presidente negro da 'Africa do Sul que, com a sua paciencia e longanimidade consegue juntar o povo do seu pais num jogo que passa a ser apoiado nao só pelos sul-africanos brancos mas também pelos sul-africanos negros que até ali estavam divididos com as sequelas do apart-heid. Mais uma vez Eastwood a brilhar com um filme bonito que merece ser visto. Acreditem que vao aprender qualquer coisa de novo.

1 comentário:

Rita G. disse...

Está nos meus planos ver esse filme, até porque é com um actor que admiro demais, o Morgan Freeman:-) Bj